Google+

Algumas dicas para passar no exame de certificação do Google Analytics (GAIQ)

By Thiago Costa , In , , , ,

Recentemente (muito recentemente), eu obtive minha certificação individual do Google Analyics. Sou usuário da ferramenta profissionalmente há vários meses, e corri atrás da certificação como uma prova de que conheço a ferramenta - uma prova pro mercado e pra mim mesmo.
O Google Analytics (vulgo “GA”) é mais importante ferramenta de web analytics do mercado, presente em metade dos sites profissionais de todo o mundo e certamente em 99% dos sites pessoais. O GA se popularizou rapidamente pela sua simplicidade de uso e robustez de suas aplicações.
O seu exame de certificação (GAIQ – Google Analytics Individual Qualification) vai nesta mesma linha: simples, e até fácil, mas esconde certa complexidade que quase me pegou desprevenido. Por este motivo, decidi agregar algumas dicas que podem facilitar a vida de quem um dia quiser obter a certificação da ferramenta de web analytics mais popular do mundo. Vamos a elas:
1. Instale e use o Google Analytics (e não apenas a Dashboard do Google Analytics)
Esta pode até parecer óbvia demais. É evidente que a utilização da ferramenta é necessária para que se obtenha uma certificação. O problema é o seguinte: a maior parte das pessoas que conheço utiliza a dashboard do Google Analytics, e não a ferramenta como um todo. Não há problemas nisso: cada um utiliza os recursos que necessita; se tenho um blog e quero saber apenas o número de visitas do mesmo, não estou cometendo um crime ao ler somente a dashboard.
O problema é fazer isso quando se quer obter uma certificação! Explorar ("fuçar") a ferramenta, olhar para um botão e perguntar "o que será que isso faz?", enfim, toda a descoberta é parte fundamental do aprendizado. Teste filtros e segmentos avançados, veja relatórios de tempo, questione o significado do que você vê, pergunte em fóruns...
Crie uma rotina diária de uso da ferramenta, mesmo que seja em um blog pessoal, ou então assuma esta responsabilidade na empresa/agência na qual você trabalha. Não tenha medo: você não vai deletar todos os seus dados sem que o Google te pergunte centenas de vezes se é isso mesmo que você quer.
2. Aprenda mais sobre mídia online e links patrocinados (e sobre como mensurar isso no GA)
O acompanhamento de campanhas é uma funcionalidade extremamente importante de qualquer ferramenta de web analytics. Saber o que aquele banner no globo.com gerou para o seu site, seu negócio, é básico e necessário. O Google Analytics possibilita este acompanhamento, por meio de configurações manuais e automáticas. Saber realizar estas configurações é simples, mas é importante ter clara a diferença entre um link patrocinado e um banner expansível, entre um anúncio em vídeo e um selo, o que é um CTR ou um CPA... Sem esta dimensão, fica difícil entender porque e como mensurar mídia online. E fica mais difícil ainda estar apto para o GAIQ.
3. Leia blogs e livros (e twitters, e fóruns, e webinars...)
Não há melhor maneira de tirar dúvidas ou descobrir coisas em uma ferramenta do que lendo ou ouvindo pessoas extremamente qualificadas falando sobre a mesma. Acompanhando blogs ao longo do tempo, é possível obter um conhecimento mais atualizado do que em um livro, mas sem dúvida um livro apresenta informações de uma maneira mais sistemática. Se possível, fique com os dois.
Algumas das fontes de conhecimento mais completas que conheço:
Blog “Analytics Talk”, do Justin Cutroni
Livro “Google Analytics”, do mesmo Justin Cutroni.
4. Uma semana antes da prova, veja as apresentações do Centro de Aprendizagem do Google Analytics (em inglês). Um dia antes, veja de novo.
Esta fez toda a diferença pra mim. Em ferramentas simples e repletas de funcionalidades como o Google Analytics é fácil deixar passar coisas que, pra 90% das pessoas são fundamentais, mas que, pro seu uso específico são irrelevantes. No meu caso, essa coisa foi "Filtros". Nunca senti a necessidade de utilizá-los, ao passo que muita gente não vive sem eles.
Para evitar esse tipo de coisa, veja essa apresentação. Mesmo os tópicos que você olha e diz: “mas isso já sei fazer de olhos fechados”. Veja mesmo assim. Não vai demorar muito, não vai doer, e vai te poupar de ser pego pelo orgulho. Veja todas as apresentações uma semana antes, revise um dia antes da prova. Sério, faz toda a diferença.
Só um detalhe: veja em inglês, mesmo que a versão em português esteja disponível. A prova do GAIQ é toda em inglês, e é importante que haja uma padronização dos termos na sua cabeça.
5. Aprenda sobre implementação da ferramenta.
O Google Analytics funciona com base em JavaScript. Qualquer uso mais avançado (E-commerce, acompanhamento de sites em flash, vídeos, etc) requer uma modificação no código básico. É comum que a maior parte dos usuários copie e cole o código básico fornecido pelo Google e nunca mais olhe para isso. Infelizmente, é preciso por a mão nesta massa ou então ler muito sobre os diversos detalhes da implementação do Google Analytics.
Um bom ponto de partida seria a documentação do próprio Google Analytics.
Estas são as dicas principais pra você se sair bem. Algumas outras pequenas dicas bônus incluiriam:
a) A prova dura 1h e 30min. É tempo suficiente, mas fique esperto com o relógio. Não sabe uma pergunta? Marque e volte a ela depois, se sobrar tempo.
b) A prova é toda em inglês, portanto garanta que seu nível de leitura nesta língua seja muito bom antes de pagar pelo teste. Não dá pra perder tempo ou errar questões por que não conseguiu compreender o que era dito, acredite.
c) Como dito acima: a prova é paga, custa em torno de 50 dólares. Não é barato e você só pode repetir uma vez, caso não passe, então garanta que realmente sabe o que está fazendo antes de prestar.
d) Já usa Google Analytics e não sabe o que estudar mais a fundo? O seguinte:
- Filtros no perfis do GA
- Tracking de E-commerce
- Tracking de Campanhas
- Expressões regulares
Estes são quatro tópicos que muita gente não usa, mas que caem com certeza na prova. Mas se você se esquecer de estudar todo o resto, mesmo o que já sabe, não vai adiantar ficar só nestes quatro pontos.
Espero que ajude a todos vocês!
Até o próximo post.

4 comentários:

Anônimo disse...

Obrigado

3 de abril de 2011 18:18
Alline disse...

Muito bom o post, vai ser bem útil pra mim :) Obrigada!

5 de julho de 2011 17:17
MCAzeredo disse...

Valeu pelas dicas. Em breve vou fazer a prova de certificação. Vou seguir suas dicas também, hein! Abs.

24 de outubro de 2011 15:13
Anônimo disse...

Obrigado pelas dicas. Sou formado em Marketing e tenho pós graduação na área. Sinceramente, creio que para o mundo atual, a certificação do GA vale muito mais que meus dois diplomas. Nasci no tempo errado! Nunca me pediram diploma, mas já me pediram certificação. Sucesso a todos.

15 de agosto de 2013 03:27

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...