Google+

Rich Black ou Preto Calçado

By Marcos Singulano , In ,

Lembram quando abordamos os sistemas de cor CMYK e RGB? E quando expliquei que CMYK era utilizado sempre em impressões gráficas e o RGB em telas de tv ou computador? Muito bem, hoje vamos nos focar um pouco mais no sistema CMYK.

Pra quem não se lembra, CMYK vem do inglês Cyan, Magenta, Yellow e Black (vem alguns lugares você pode encontrar só CMY, por isso, não se assuste) e é o sistema padrão para impressões gráficas, sejam elas na sua impressora em casa ou em uma gráfica.

Agora, imagine que você fez, por exemplo, um cartão de visita pessoal com fundo preto e colocou uma fotografia também com fundo preto no cartão e na hora de imprimir, você se depara com algo assim:


Reparou como os dois quadrados pretos ficaram diferentes, mesmo sendo da mesma cor? Isso se dá, pois o preto puro ( 0% de Ciano, 0% de Magenta, 0% de Amarelo e 100% de Preto) acaba ficando com aspecto de lavado ou "meio apagadão" como eu gosto de dizer, na hora da impressão.

É ai que entra o fantástico Rich Black ou Preto Calçado para salvar a sua vida. Agora, porque ele é chamado de calçado?

"Calçar o preto" nada mais é do que colocar um calço, ou uma base de cor para que o preto seja jogado por cima, cobrindo toda a área do papel e garantindo uma cor mais intensa para o seu trabalho.

Essa base pode ser feita com 30 ou 40% (eu sempre uso 40%) de qualquer uma das outras três cores do sistema CMYK, contudo na maioria das gráficas usa-se o ciano, que resulta em um preto intenso e levemente acinzentado ou o magenta que dá um aspecto "mais quente" ao resultado final.

Uma outra dúvida que me ocorreu enquanto escrevia esse post era, porque só usamos uma das três cores CMYK? Porque não as três?

Foi ai que encontrei esse POST bem bacana do Ícone Blog que explica direitinho sobre o preto calçado e mais alguns detalhes e preocupações que você deve ter com esse assunto, mas basicamente acrescentar as outras três cores como base para o preto é jogar dinheiro fora, pois a quantidade de tinta usada vai ser enorme, além disso, essa enorme quantidade de tinta dificulta a absorção da tinta preta, que vai ficar "soltando" nas mãos de quem encostar na sua impressão.

Algumas gráficas ou livros dão uma composição pré-definida do Rich Black. Olhando pela internet eu encontrei essas duas:

a) Ciano = 40% , Magenta = 30%, Amarelo = 10% e Preto = 100%
b) Ciano = 60% , Magenta = 20%, Amarelo = 20% e Preto = 100%

No caso, como falei, de uma foto com fundo preto, inserida em um suporte com fundo também preto, o ideal é que você retire o fundo da foto e deixe somente o suporte com fundo preto (calçado! Não se esqueça!).
Parece coisa boba, mas é um detalhe que faz a diferença em qualquer peça de design gráfico.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...