Google+

Web Analytics: que p**** é essa?

By Thiago Costa , In , ,

(Retardatário como sempre, este é meu primeiro post no Midializado. Acho que
seria legal me apresentar antes de mais nada)

Olá a todos! Meu nome é Thiago Costa, trabalho na agencia digital All Creative
– que em breve mudará de nome e conceito, uma história que conto mais pra
frente – como Web Analyst. Coisas que eu mais curto: tecnologia, games e doces.




Não, eu não sou um geek gordinho. Por que também sou apaixonado por Web
Analytics, SEO (Search Engine Optimization), SEM (Search Engine Marketing)
e CRO (Conversion Rate Optimization) e essas coisas, acreditem, fazem bem à
saúde. E é por fazerem bem à saúde, por serem uma parte fantástica e menos
conhecida da web – e do digital como um todo, porque não? – que eu vou falar de
cada uma delas nos meus posts no Midializado; desde o básico “o que é” até os
tópicos um pouco mais avançados do “como fazer”.

Espero que gostem e sintam-se motivados para comentar, perguntar ou
xingar. Aliás, sobre a parte de tudo isso fazer bem à saúde: era mentira, ok?

Mas, tá, e o que é Web Analytics?

A melhor definição que eu consegui encontrar foi a seguinte:

Web Analytics é a mensuração, coleta, análise e produção de relatórios de
dados da Internet com o propósito de entender e otimizar o uso da Web.

Fantástico! Cole isso na sua parede, faça uma camiseta com essa frase, ou uma
caneca de café talvez. Mas, na prática, não serve pra muita coisa. O que interessa
é: porque alguém iria querer fazer isso?

A resposta começa com o post do Gabriel Ishida sobre “o que é buzz”. Sabem
aquela “nuvem de conversação” que só na web é possível acessar e compreender
de um modo que não acontece na vida offline? Então, vamos começar por ela:

Na web as pessoas dizem muita coisa consciente e abertamente. O trabalho
de ouvir esta buzz, interpretá-lo e interagir com essa nuvem é uma conquista
maravilhosa da internet. Mas as pessoas também dizem muita coisa sem saber;
deixam rastros de navegação por todos os sites, aplicativos e redes sociais pelas
quais passam. A coleta e análise destes “rastros” pode oferecer informações
incríveis sobre o comportamento dos usuários e potencializar uma web cada vez
melhor, mais eficiente e mais adequada ao usuário.

Fica mais fácil com uma analogia:

Imaginem um show room de móveis. Um loja linda, com arquitetura perfeita, que
visa deixar as pessoas entorpecidas para que comprem móveis que custam uma
fortuna. Esse é o seu site.

Agora imagine que você pudesse acompanhar cada passo de cada cliente;
saber qual móvel ele viu primeiro; qual ele comentou com a esposa que era
caro demais; qual ele olhou, achou horrível, e passou com cara de nojo; e, por
fim, qual ele comprou e porque. Imagine o potencial disso para seu negócio?!

As lojas e comércios “físicos” tentam saber tudo isso. Mas a única ferramenta
que eles dispõem chama-se formulário de avaliação. Você já viu um desses, já
preencheu e já mentiu em suas respostas em 50% das vezes. Confiabilidade dos
dados deste tipo de avaliação: próxima de zero.

Na analogia com o show room, no seu site você pode saber tudo isso
necessitando de apenas duas coisas: um software de web analytics instalado no
seu site – que vai captar essas informações - e um cérebro inteligente o bastante
pra interpretar e analisar esses dados.

Você quer entender como isso funciona de verdade? Tem um blog, site ou e-
commerce? Instale agora o Google Analytics! Agora. Já! É de graça, é bom e
qualquer criança de 7 anos consegue usar e se não conseguir é só pedir ajuda.

O que esses softwares, como o Google Analytics,, fazem é “gravar” as etapas da
navegação de um usuário identificado pelo cookie – que não é o biscoito, mas
o identificador único de um browser em um determinado computador. Ele faz
isso, normalmente, por meio de um código de JavaScript e te entrega de volta os
números. Muitos deles! Milhares ou milhões deles.

O que você faz com esses dados? Não vou nem falar... porque é assunto pro
próximo post sobre Web Analytics. Aí vamos começar a por as mãos na massa.

Por enquanto fica uma dica de ouro: antes de instalar o Google Analytics
no seu blog/site, pense numa coisa básica -> “qual o objetivo do meu site?”.
Anote e resposta e guarde com carinho., você não imagina a importância dela.

Até o próximo post, saindo do show room de móveis e indo pra favela do SEO –
coisa de macho e coisa de malandro.




3 comentários:

Ana Rute disse...

boa Thiago, mais didático impossível!

o blog tá cada dia melhor, Ishida!
parabéns!

beijos

21 de agosto de 2010 12:56
Thiago Costa disse...

Nossa, que bom! =)

Agora já sei qual a pegada pra falar de SEO e outras coisas.

Obrigado, Ana!

22 de agosto de 2010 20:48
Talita disse...

Google Man, vc não faz idéia como fico feliz em ter selecionado e encaixado você em nossas vidas allcreativianas, que mesmo mudando de nome, seremos sempre allcreativianos - o espírito que importa.
Nada me satisfaz mais do que ver alguém fazendo o que gosta e bem. Porque todo o restante do progresso pessoal e profissional vem por consequência.

22 de agosto de 2010 23:50

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...